Bergen-Belsen (Artigo Resumido)

As autoridades militares alemãs montaram o campo de Bergen-Belsen em 1940, em um local ao sul das pequenas cidades de Bergen e Belsen, a 17 km ao norte de Celle, na Alemanha. O complexo de Bergen-Belsen era constituído por numerosos campos, todos criados em épocas distintas durante sua existência. Havia três campos principais: o de prisioneiros de guerra, o de "residência", e o de "prisioneiros". Até 1943, Bergen-Belsen era exclusivamente um campo para prisioneiros de Guerra. Durante sua existência, o complexo do campo Bergen-Belsen manteve presos judeus, prisioneiro de guerra, prisioneiros políticos, ciganos roma, criminosos, Testemunhas de Jeová e homossexuais.

À medida que as forças Aliadas avançavam na Alemanha, no final de 1944 e início de 1945, Bergen-Belsen tornou-se um campo para coleta de milhares de prisioneiros judeus evacuados dos campos mais próximos da frente de batalha. A chegada de milhares de novos prisioneiros, muitos deles sobreviventes das marchas da morte, esgotou os escassos recursos do campo.

No início de 1945, a super-lotação, as péssimas condições sanitárias e a falta de alimentos, água e abrigo adequados levaram a um surto de doenças como o tifo, a tuberculose e a disenteria. Nos primeiros meses daquele ano, dezenas de milhares de prisioneiros morreram como decorrência das doenças. Em 15 de abril de 1945, as forças britânicas libertaram Bergen-Belsen. Os britânicos encontraram cerca de 60.000 prisioneiros no campo, a maioria gravemente enfêrma. Milhares de cadáveres estavam espalhados a céu aberto. Mais de 13.000 ex-prisioneiros, muito doentes para se recuperarem, morreram após serem libertados. Depois de evacuarem Bergen-Belsen, as forças britânicas queimaram o campo para impedir a disseminação do tifo.

Durante sua existência, aproximadamente 50.000 pessoas morreram no complexo do campo Bergen-Belsen, incluindo Anne Frank. A maioria dos mortos era composta por judeus. Após a libertação, as autoridades britânicas de ocupação ergueram um campo para deslocados de guerra nas proximidades, o qual abrigou mais de 12.000 sobreviventes.

Thank you for supporting our work

We would like to thank The Crown and Goodman Family and the Abe and Ida Cooper Foundation for supporting the ongoing work to create content and resources for the Holocaust Encyclopedia. View the list of all donors.