Chaya Szabasson Rubinstein

Chaya Szabasson Rubinstein

Data de Nascimento: 1901

Kozienice, Polônia

Em 1930, Chaya casou-se com Mordecai Rubinstein, um pequeno empresário, e mudou-se com ele da sua cidade natal, Kozienice, para a urbe vizinha, Radom. Chaya havia crescido no seio de uma família judia religiosa, falante do ídische. Seu pai era dono de uma serraria próxima à floresta de bétulas de Kozienice. Em Radom, o marido de Chaya operava uma pequena linha de ônibus.

1933-39: Chaya teve uma filha, Gila, em 1933. Em meados da década de 1930, a família Rubinstein voltou para Kozienice. Lá, eles ficaram cercados quando as tropas alemãs invadiram [a Polônia] em setembro de 1939. Em algumas semanas, a região judaica da cidade foi declarada como gueto, e os judeus não mais podiam sair da área sem permissão especial. Os nazistas agrediram, roubaram e mataram brutalmente muitos judeus e, lentamente, as pessoas começaram a morrer de fome.

1940-42: Após o início da Guerra, Mordecai contraiu tuberculose e foi levado clandestinamente do gueto para uma casa de repouso judaica para se recuperar. Chaya conseguiu contrabandear couro do gueto para vendê-lo no mercado negro, e Gila, com apenas 8 anos, vendia objetos da casa da família no mercado negro para conseguir algum dinheiro, mas isso não foi suficiente, e Mordecai, ainda doente, voltou clandestinamente para casa em 1941. Em 1942, Chaya foi deportada junto com o marido, a filha e seus pais para o campo de extermínio de Treblinka.

Chaya, aos 41 anos de idade, e sua família foram mortos pelos nazistas em Treblinka.

Thank you for supporting our work

We would like to thank The Crown and Goodman Family and the Abe and Ida Cooper Foundation for supporting the ongoing work to create content and resources for the Holocaust Encyclopedia. View the list of all donors.