Yitzhak (Irving) Balsam

Yitzhak (Irving) Balsam

Data de Nascimento: October 17, 1924

Praszka, Polônia

Yitzhak foi o segundo de quatro filhos nascidos no seio de uma família judia muito religiosa. A família vivia junto à fronteira entre a Polônia e a Alemanha, mais precisamente em Praszka, uma pequena cidade onde seu pai trabalhava como alfaiate. Como seu trabalho não era estável, a família frequentemente enfrentava sérias dificuldades financeiras. Yitzhak frequentava a escola pública polonesa pela manhã e a escola judaica à tarde.

1933-39: “Às quatro da manhã do dia 1º de setembro de 1939 fomos acordados pelo barulho de uma explosão. O exército polonês havia destruído a ponte sobre o Rio Prosna, para impedir que a Alemanha invadisse a Polônia. Porém, por volta das seis da manhã os alemães já estavam na cidade com suas tropas, baionetas, tanques e caminhões. Durante os sete dias seguintes, comboios alemães avançaram por Praszka. Diariamente, eu e outros judeus do local éramos forçados a abrir estradas fora da cidade [para os nazistas passarem]”.

1940-45: “Fui deportado para diversos campos, incluindo Auschwitz, e depois fui preso juntamente com outros sessenta homens por fugir durante uma marcha da morte. A maioria foi executada, e nós que sobramos fomos forçados a levar os corpos a um cemitério onde duas enormes covas já haviam sido escavadas. Tivemos que jogar os corpos em uma cova, e depois fomos empurrados para a outra por rajadas de metralhadora. Terminado o ataque, cinco de nós ainda permanecíamos vivos. Os nazistas então ordenaram que enchêssemos a segunda cova com os corpos que haviam caído e novamente apontaram as armas para nós, mas por um milagre a munição deles havia acabado”.

Yitzhak foi enviado a Mauthausen para trabalhar como escravo, e posteriormente ao campo de Gunskirchen para ser morto. Em maio de 1945, ele foi libertado [pelas tropas Aliadas], e em 1948 emigrou para os EUA. Yitzhak faleceu em 1992.