Testemunho

Raszka (Roza) Galek Brunswic descreve sua decisão de trabalhar em uma fazenda na Alemanha, fingindo ser uma polonesa católica

A família de Roza mudou-se para Varsóvia em 1934. Em 1939, ela recém havia iniciado seus estudos universitários quando a Alemanha invadiu a Polônia. Em 1940, os alemães fecharam o gueto de Varsóvia, onde seus pais foram mortos a tiros durante uma perseguição a judeus. Roza conseguiu fugir e se esconder. Do seu esconderijo, ela viu o incêndio do gueto na revolta de 1943. Ela possuia documentos falsos atestando que era católica e polonesa (com o nome de Maria Kowalczyk) mas, em junho de 1943, ela foi deportada em um trem de carga para gado até a Alemanha, onde trabalhou em uma fazenda até a libertação em 1945.

Transcrição

  • US Holocaust Memorial Museum Collection
Ver detalhes arquivísticos

Thank you for supporting our work

We would like to thank Crown Family Philanthropies and the Abe and Ida Cooper Foundation for supporting the ongoing work to create content and resources for the Holocaust Encyclopedia. View the list of all donors.