Filme

Campo de deslocados de guerra na Áustria

Após a Segunda Guerra Mundial os Aliados repatriaram milhões de deslocados de guerra (DPs) de volta para seus países de origem. No entanto, centenas de milhares de pessoas, entre elas mais de 250.000 refugiados judeus, não podiam ou não queriam retornar. A maioria dos sobreviventes judeus preferia deixar a Europa e ir para ir para a região do Mandato Britânico no Oriente Médio, para o local que havia sido a terra de seus ancestrais, ou para os Estados Unidos. A Administração das Nações Unidas para a Libertação e Reabilitação (UNRRA) os abrigou em campos na Alemanha e na Áustria, ocupadas pelos Aliados, até que pudessem ser reassentados. Neste filme vêm-se deslocados judeus nos campos de refugiados, educando seus filhos no trabalho agrícola, já os preparando para a emigração para o local onde os judeus há décadas se preparavam para criar uma nação judaica, a antiga colônia romana da Palestina, atual Estado de Israel.

Transcrição

Aqui na Áustria milhares de sobreviventes judeus ainda estão desabrigados,
trabalhando e esperançosos, mas dependendo da UNRRA para a maioria de suas
necessidades básicas. Em salas de aulas ao ar livre, com as montanhas
como pano de fundo, as crianças aprendem a ler, a escrever e a contar.
Nesta aula de inglês, a primeira frase que aprendem provavelmente
expressa a esperança e os sonhos de todos os membros do campo.
Os jovens, que nunca conheceram um lar normal, conseguem, de alguma maneira,
se manter alegres. O futuro que os aguarda é realmente sombrio, a não ser que a Europa
aja de maneira justa com todos.


  • UCLA Film and Television Archive
Ver detalhes arquivísticos

Dividir