Joseph Muscha Mueller

Joseph Muscha Mueller

Data de Nascimento: 1932

Bitterfeld, Alemanha

Joseph, filho de ciganos, nasceu na cidade de Bitterfeld, na Alemanha. Por razões desconhecidas, durante o primeiro ano e meio de sua vida ele foi criado em um orfanato. Na época do nascimento de Joseph cerca de 26.000 ciganos--membros das etnias Sinti e Roma—viviam na Alemanha. Apesar da maioria deles ser composta por cidadãos alemães, eles eram freqüentemente discriminados e sofriam abusos por parte de seus compatriotas.

1933-39: Com um ano e meio de idade, Joseph foi adotado por uma família de Halle, uma cidade a cerca de 32 km de Bitterfeld. Naquele mesmo ano o Partido Nazista subiu ao poder. Quando Joseph começou a estudar, ele era frequentemente o bode expiatório para quaisquer confuses em sala de aula, e era castigado, apanhando sem ser culpado. Os colegas de classe que eram membros do movimento Juventude Hitlerista constantemente o ridicularizavam e insultavam com termos tais como "bastardo" e "mulato".

1940-44: Quando Joseph tinha 12 anos foi levado da sala de aula por dois estranhos que disseram que ele tinha “apendicite", e que precisava se submeter urgentemente a uma cirurgia. Ele resistiu, mas foi espancado e obrigado a passar por uma cirurgia de esterilização, um procedimento bárbaro mas legalizado por uma lei nazista que permitia a esterilização forçada das pessoas consideradas pelo regime como "anti-sociais," categoria que incluía os ciganos. Depois da sua recuperação Joseph deveria ter sido deportado para o campo de concentração de Bergen-Belsen, mas seu pai adotivo conseguiu tirá-lo clandestinamente do hospital e escondê-lo.

Joseph sobreviveu os cinco últimos meses da Guerra vivendo escondido no galpão de um jardim.