Testemunho

John Dolibois descreve seu trabalho como tradutor para auxiliar um psiquiatra da prisão

 

John Dolibois imigrou para os EUA em 1931, aos 13 anos de idade, Após se formar na faculdade, Dolibois juntou-se à 16a Divisão Blindada do Exército dos EUA. Devido ao seu conhecimento nativo da lingual alemã, ele passou a trabalhar na área de inteligência militar. Nesta função, já quase no final da Segunda Guerra, ele retornou à Europa para efetuar interrogatórios de alemães prisioneiros de guerra, incluíndo nazistas de altas patentes, em preparação para um julgamento futuro dos criminosos de guerra. Posteriormente, ele foi designado como embaixador dos EUA em Luxemburgo, seu local de nascimento.

Transcrição

 

E aquele homem, Gilbert, chegava… Ele chegava ao local. Ele era um psiquiatra da prisão, e trabalhava primariamente para algum instituto, acho que o Instituto Drexel, para testar os prisioneiros. Mas a informação que ele obtivesse também seria de valia para o tribunal, porque ajudaria os promotores a compreenderem o que se passou. Então, ele se tornou uma pessoa muito importante, era o psiquiatra da prisão, exceto pelo fato de que ele não falava alemão. Quando meus chefes souberam que eu havia estudado psicologia na faculdade, e que eu conhecia os termos relacionados ao tema, o resultado foi que tornei-me seu intérprete para a análise de Rorschach, técnica que eu apreciava, e aquilo acabou sendo um trabalho agradável para mim. Ele fazia as perguntas, eu interpretava, traduzia, e repassava a ele as respostas dos prisioneiros. Então, ele me pedia que eu escrevesse o que havia pensado durante a entrevista. “O que você achou disto?”, e eu escrevia um relatório leigo sobre o que eu havia achado do prisioneiro. Ele então combinava meus comentários com sua análise científica e tecnológica. O resultado foi um relatório muito inteligente, pois um leigo não conseguiria compreender o relatório original, e se fosse tudo escrito de forma muito científica, provavelmente não seria o que foi.


Tags


  • US Holocaust Memorial Museum
Ver detalhes arquivísticos

Dividir

Thank you for supporting our work

We would like to thank The Crown and Goodman Family and the Abe and Ida Cooper Foundation for supporting the ongoing work to create content and resources for the Holocaust Encyclopedia. View the list of all donors.