Harry Pauly

Harry Pauly

Data de Nascimento: 1914

Alemanha

Havendo crescido na atmosfera artística de Berlim, Harry gostava muito de artes. Aos 15 anos, ele começou a atuar em pequenos papéis em um teatro situado na praça Nollendorfplatz. Ele também foi aprendiz de cabeleireiro, mas não gostou do trabalho. Ele passava a maior parte de seu tempo junto a outros atores, no teatro e em casas noturnas onde os homossexuais costumavam se reunir.

1933-39: Quando os nazistas assumiram o poder, eles fecharam os bares gays. Alguns homossexuais, principalmente os que eram judeus, foram mortos por arruaceiros alemães; meu amigo "Susi", um drag queen, foi esfaqueado até a morte. Em 1936 fui preso, sob o parágrafo 175 do código penal revisado pelos nazistas, que criminalizou a homossexualidade. Fui aprisionado em um campo em Neusustrum, onde trabalhava nos pântanos doze horas por dia. Após 15 meses, fui libertado.

1940-44: Em 1943, fui entregue por dois rapazes que haviam sido pressionados pela Gestapo para denunciar homossexuais. Mais uma vez, fui condenado nos termos do parágrafo 175. Novamente fui libertado, desta vez depois de oito meses, porque meus amigos do teatro intercederam por mim. Fui então convocado para o exército, mas onde quer que eu fosse, as pessoas sabiam da minha condenação como homosexual e me chamavam de "bicha imunda". Eu não conseguia suportar a situação e por duas vezes desertei. Por fim, como castigo, fui enviado a uma unidade de combate especial, na qual quase todos os membros foram mortos. Mas, não sei como, consegui sobreviver.

Depois da Guerra, Harry criou um pequeno teatro.