Jacob Wasserman

Jacob Wasserman

Data de Nascimento: February 28, 1926

Cracóvia, Polônia

Jacob era o mais velho dos três filhos de um casal judeu religioso que morava na cidade de Cracóvia. Seu pai era vendedor de farinha. A família Wasserman passava as férias de verão perto de Proszowice, em uma fazenda que pertencia a seu avô, o qual possuía um moinho de farinha.

1933-39: Em março de 1939, com 13 anos, celebrei meu Bar Mitzvah [celebração judáica da maioridade religiosa masculina]. Naquele verão, como de costume, passamos as férias na fazenda do meu avô. Quando retornamos foi um pesadelo. Cracóvia havia sido ocupada pelos alemães no dia 6 de setembro e os judeus não tinham mais permissão para andar nas calçadas, pegar transportes públicos e até mesmo ter rádios. Tínhamos medo até de andar pelas ruas, pois os judeus eram muitas vezes raptados e espancados.

1940-45: Em 1940, fomos morar na fazenda. Em um sábado de manhã, nós, os judeus daquela área fomos presos. Os nazistas nos levavam caminhando a pé para Proszowice quando um policial polonês, com dois corpos a seu lado, veio até mim perguntando por que eu não havia falado "Bom dia" para ele. À medida que me aproximava dele para cumprimentá-lo, ele carregou sua arma e a apontou para mim. Quando passei por ele, ele me acertou um golpe com o cano do revólver, quebrando meu nariz e minha mandíbula. Corri dali e me misturei à fila de pessoas, e o policial atirou em outra pessoa. Quatro dias depois, meu pai e eu fomos deportados para o campo de Prokocim.

Jacob passou o resto da guerra em campos de trabalho escravo. Em 1947, ele tentou emigrar ilegalmente para a área do Mandato Britânico conhecida pelo nome romano de Palestina, mas acabou preso nos campos de prisioneiros dos ingleses na ilha de Chipre. Em 1948, ele finalmente conseguiu emigrar para Israel.