Judith Margareth Konijn

Judith Margareth Konijn

Data de Nascimento: January 7, 1930

Amsterdã, Holanda

Judith era a caçula dos dois filhos de um casal de judeus religiosos de classe média. A mãe de Judith, Clara, era sefardita, i.e. descendente dos judeus expulsos da Espanha em 1492. Seu pai, Lodewijk, era representante de viagens de uma empresa com sede em Amsterdã. A família vivia em um apartamento em uma área nova de Amsterdã, localizada nos subúrbios ao sul.

1933-39: Judith frequentava o ensino fundamental com sua prima Hetty, que tinha sua mesma idade. Judith adorava estudar. Sua mãe ensinava piano em sua própria casa. Judith também gostava muito de tocar piano. Sua família comemorava os feriados judaicos e, à semelhança de grande parte das famílias holandesas, trocava presentes todo dia 6 de dezembro, dia de São Nicolau.

1940-43: Após a ocupação de Amsterdã pelos alemães, foram introduzidas novas leis proibindo os judeus de entrar em bibliotecas e museus, e até mesmo andar de bonde {OBS: transporte urbano sobre trilhos]. Em seguida, ordenaram aos judeus que portassem um crachá amarelo de identificação [OBS: uma Estrela-de-Davi] e proibiram as crianças judias de frequentar escolas públicas. Um a um os parentes de Judith foram desaparecendo, levados pelos alemães. Por fim, Judith, sua mãe e seu irmão foram presos em uma caçada empreendida pelos alemães que chegaram quando o pai de Judith estava fora, trabalhando no turno da noite.

Judith foi deportada para o campo transitório de Westerbork. De lá, ela foi enviada a um campo de extermínio na Polônia. Judith tinha apenas 13 anos de idade quando foi assassinada pelos nazistas.

Thank you for supporting our work

We would like to thank The Crown and Goodman Family and the Abe and Ida Cooper Foundation for supporting the ongoing work to create content and resources for the Holocaust Encyclopedia. View the list of all donors.