Paula Garfinkel

Paula Garfinkel

Data de Nascimento: December 3, 1920

Lodz, Polônia

Paula era uma das quatro crianças de uma família judia religiosa que vivia em Lodz, uma cidade industrial com uma grande população judaica. Quando criança, Paula freqüentava escolas públicas e três vezes por semana recebia instrução religiosa em casa. Seu pai era dono de uma loja de móveis.

1933-39: Meus irmãos e eu passávamos boa parte do nosso tempo no clube do grupo sionista, Gordonia. Nosso grupo acreditava em valores humanísticos, na força do trabalho manual judaico, e na construção da pátria judaica na área do Mandato Britânico então denominada Palestina. Eu gostava de trabalhos manuais e fazia muito tricô e croché, além de costurar. Em setembro de 1939, quando estava na no final do primeiro grau, tive os estudos interrompidos porque a Alemanha invadiu a Polônia e, em 8 de setembro os nazistas chegaram à cidade de Lodz.

1940-44: No início de 1940 nossa família foi transferida à força para o gueto de Lodz, onde fomos obrigados a morar todos no mesmo aposento. A falta de comida era nosso maior problema. Na fábrica de roupas femininas onde eu trabalhava com o escrava, pelo menos recebia um pouco de sopa no almoço, mas não havia como levar nada para os demais. Meu irmão mais novo estava muito doente e com hemorragia interna , e precisávamos desesperadamente encontrar mais comida para alimentá-lo. Pela janela da fábrica eu podia ver um campo plantado com batatas, e numa noite, mesmo sabendo que se fosse apanhada poderia ser fuzilada, escapei até o campo, peguei o quanto podia de batatas, e corri de volta para a casa.

Em 1944 Paula foi deportada para Bremen, na Alemanha, como trabalhadora escrava. Ela foi liberada do campo de Bergen-Belsen em 1945, e depois da Guerra emigrou para os Estados Unidos.