Filme

Os norte-americanos condenam a Noite dos Cristais

No dia 9 de novembro de 1938, os nazistas realizaram um pogrom nacional contra os judeus na Alemanha. Durante aquela chacina de enormes proporções, conhecida como Kristallnacht/I>, a “Noite dos Cristais”, os facínoras das Tropas de Choque, as SA, destruíram milhares de lojas e firmas de propriedade de judeus, além de centenas de sinagogas. Cerca de cem judeus foram assassinados naquela noite. Este trecho de um documentário mostra um protesto realizado na cidade de Nova Iorque, no qual o rabino Stephen S. Wise proclamou a revolta da comunidade judaica frente aos acontecimentos em Berlim. Como parte do protesto oficial do governo norte-americano contra aquela violência, o presidente Franklin D. Roosevelt mandou chamar de volta aos EUA o embaixador norte-americano para a Alemanha.

Transcrição

O povo norte-americano liderou o protesto mundial contra o pogrom [chacina] nazista. Manifestações contra Hitler ocorreram por todo o país. O protesto judaico, nesta nação genuinamente democrática, foi expresso assim pelo rabino-chefe Wise: "Juntamente com outros grupos raciais e religiosos, os judeus norte-americanos estão decididos a salvaguardar os direitos de igualdade dos judeus aqui e no exterior". [Os residentes de Washington] uniram-se ao protesto. Ao saber do pogrom ordenado por Hitler, o presidente Roosevelt convocou seus ministros e tomou uma medida sem precedentes: mandou chamar de volta aos EUA o embaixador norte-americano na Alemanha. O embaixador Hugh Wilson trouxe para seu presidente provas das atrocidades vistas e documentadas pela embaixada dos EUA na Alemanha. Em retaliação, Hitler retirou seu ministro [representante] de Washington.


Tags


  • Grinberg Archives

Dividir

Thank you for supporting our work

We would like to thank The Crown and Goodman Family and the Abe and Ida Cooper Foundation for supporting the ongoing work to create content and resources for the Holocaust Encyclopedia. View the list of all donors.