Testemunho

Barbara Ledermann Rodbell descreve o recebimento de seus primeiros documentos falsos

Em 1933, a família de Barbara mudou-se para Amsterdã, na Holanda. Eles tornaram-se amigos de Anne Frank e sua família. Os alemães invadiram a Holanda em 1940. O namorado de Barbara, Manfred, possuía contatos na resistência, e ela conseguiu documentos falsos. Sua mãe, sua irmã e seu pai foram deportados para o campo de Westerbork, e depois para o de Auschwitz. Barbara sobreviveu usando seus documentos falsos e trabalhou para a resistência. Ela ajudou a levar judeus aos esconderijos e, também, escondeu judeus em um apartamento alugado com seu nome falso.

Transcrição

  • US Holocaust Memorial Museum Collection
Ver detalhes arquivísticos

Thank you for supporting our work

We would like to thank Crown Family Philanthropies and the Abe and Ida Cooper Foundation for supporting the ongoing work to create content and resources for the Holocaust Encyclopedia. View the list of all donors.