Testemunho

Madeline Deutsch descreve os sacrifícios feitos por sua mãe para ajudá-la a sobreviver

Madeline nasceu no seio de uma família de classe média em uma região da então Tchecoslováquia, a qual foi incorporada à Hungria entre 1938 e 1939. Seu pai trabalhava fora e sua mãe era dona de casa. Madeline era estudante e cursava os últimos anos do ensino médio. Em abril de 1944, sua família foi levada pelos nazistas para um gueto húngaro, onde eles moraram por duas semanas, sendo em seguida transportados para Auschwitz. Madeline e sua mãe foram separadas do pai e do irmão mais velho, e nem seu pai nem seu irmão sobreviveram à Guerra. Uma semana depois de chegarem a Auschwitz, Madeline e sua mãe foram enviadas para trabalhar como escravas em uma fábrica de munição, em Breslau. Ficaram um ano no subcampo de Gross-Rosen em Peterswaldau, até que em maio de 1945 as tropas soviéticas as libertaram. Madeline e sua mãe moraram em um campo para pessoas deslocadas pela Guerra, em Munique, enquanto esperavam receber vistos para os Estados Unidos. Elas chegaram a Nova York em março de 1949.

Transcrição

  • US Holocaust Memorial Museum Collection
Ver detalhes arquivísticos

Thank you for supporting our work

We would like to thank Crown Family Philanthropies and the Abe and Ida Cooper Foundation for supporting the ongoing work to create content and resources for the Holocaust Encyclopedia. View the list of all donors.