Nanny Gottschalk Lewin

Nanny Gottschalk Lewin

Data de Nascimento: March 13, 1888

Schlawe, Alemanha

Nanny era a mais velha dos quatro filhos de uma família judia que morava na pequena cidade de Schlawe, no norte da Alemanha, onde seu pai era dono do moinho de grãos local. O nome hebraico de era Nocha. Ela cresceu brincando no terreno do moinho, em uma casa rodeada por pomares e um grande jardim. Em 1911 Nanny casou-se com Arthur Lewin e eles tiveram dois filhos, Ludwig e Úrsula.

1933-39: Eu e minha mãe, que já era viúva, nos mudamos para Berlim pois temíamos o crescimento do anti-semitismo em Schlawe. Pensamos que, sendo judias, chamaríamos menos atenção em uma cidade grande. Nós moramos no andar abaixo ao da minha irmã Kathe, que havia se casado com um protestante e se convertido. Pouco depois de nos instalarmos, os alemães começaram a restringir o direito de ir e vir dos judeus, de forma que passamos a não nos sentír seguras quando estávamos fora do nosso apartamento.

1940-44: Minha mãe e eu fomos deportadas para o gueto de Theresienstadt, na Boêmia. Fomos colocadas em um aposento no segundo andar de uma casa suja, super-lotada e infestada por piolhos, onde o fogão é abastecido com serragem. Como sou a mais nova das pessoas que vivem neste mesmo aposento—tenho 56 anos—sou a que carrega os sacos de serragem, nas costas. Estou ficando muito fraca, e não consigo ouvir bem, e preciso de uma bengala para caminhar. Hoje de manhã fiquei sabendo que meu nome está na lista das pessoas que serão transportadas para outro campo. Eu não quero ir, mas não tenho escolha.

Nanny foi deportada para Auschwitz em 15 de maio de 1944, e foi morta por asfixia com gás venenosos imediatamente após seu desembarque. Nanny tinha 56 anos de idade.