Testemunho

Martin Spett descreve o massacre dos judeus de Tarnow

Os alemães ocuparam a cidade de Tarnow em 1939. Em 1940, Martin e sua família foram expulsos [pelos nazista]s do apartamento onde moravam. Durante o primeiro massacre de judeus, Martin conseguiu se esconder em um sótão e, da mesma forma, sua família escapou de duas outras tentativas de aprisionamento. Em maio de 1943, eles foram registrados, supostamente para serem trocados por prisioneiros de guerra alemães, porque a mãe de Martin havia nascido nos Estados Unidos. Eles foram enviados de trem para a Cracóvia e, de lá, para o campo de concentração de Bergen-Belsen. Martin foi libertado em 1945 e se mudou para os Estados Unidos em 1947.

Transcrição

De noite, ouvíamos o barulho das filas de judeus andando sob escolta alemã. Isto acontecia com freqüência, pois eles passavam junto à nossa casa que estava situada na saída da cidade, [junto ao] cemitério, e os alemães os faziam marchar em direção à floresta, por trás da cidade. E, como descobrimos mais tarde, eles, todos eles, eram mortos a tiros. Durante o dia, eu olhava por entre as telhas [OBS: eles e sua família estavam escondidos em um sótão]. Meu pai dizia que eu não devia olhar, mas eu era uma criança, eu era curioso. O telhado tinha vista para o cemitério e as carroças com os corpos, com os cadáveres, chegavam. Os nazistas traziam grupos de judeus que eram obrigados a cavar as covas para os já mortos, e em seguida eles eram assassinados a tiros e empurrados para dentro daquelas covas por outros grupos de judeus que chegavam e que também eram mortos e jogados nas valas. Depois, eles jogavam cal por cima dos corpos e o próximo grupo cobria aquelas covas e cavava outras. Eles traziam [pausa] eles traziam [pausa] mulheres grávidas, e eles não usavam balas. Eles usavam baionetas [pausa]. Os gritos das mães que viam seus filhos sendo, eles, eles...arrancados de dentro delas pelos braços [pausa]. E os bebês gritavam, eu ainda ouço aqueles gritos.


Tags


  • US Holocaust Memorial Museum Collection
Ver detalhes arquivísticos

Dividir

Thank you for supporting our work

We would like to thank The Crown and Goodman Family and the Abe and Ida Cooper Foundation for supporting the ongoing work to create content and resources for the Holocaust Encyclopedia. View the list of all donors.