<p>Vista da cidade de Roterdã após a mesma ser bombardeada pelos alemães durante a "Campanha Ocidental", em maio de 1940. Roterdã, Holanda. Foto de maio de 1940.</p>

A Segunda Guerra Mundial na Europa

A Segunda Guerra Mundial na Europa Durante a Segunda Guerra Mundial, a Alemanha invadiu grande parte da Europa empregando uma nova tática denominada “Blitzkrieg” (guerra relâmpago). Esta estratégia envolvia um grande número de aviões, tanques e unidades de artilharia agindo em conjunto. Enquanto as forças terrestres alemães rompiam as defesas inimigas em uma faixa estreita de terra, sua força aérea bombardeava as laterais e costas dos adversários para evitar que eles pudessem fechar um cerco em torno dos invasores. Assim, os alemães cercavam as tropas inimigas por partes, obrigando-as a se renderem.

Usando a Blitzkrieg, a Alemanha derrotou a Polônia (atacada em setembro de 1939), Dinamarca (abril de 1940), Noruega (abril de 1940), Bélgica (maio de 1940), Holanda (maio de 1940) Luxemburgo (maio de 1940), França (maio de 1940), Iugoslávia (abril de 1941) e Grécia (abril de 1941). No entanto, apersar de tentar, a Alemanha não conseguiu derrotar a Grã-Bretanha, apesar de pesado bombardeio, pois aquele país estava protegida de um ataque terrestre pelas águas do Canal da Mancha.

As forças alemãs atacaram a União Soviética em junho de 1941, avançando mais de 965 km em direção aos subúrbios de Moscou. Uma segunda ofensiva, em 1942, levou os soldados alemães até as margens do rio Volga e à cidade de Stalingrado [atual São Petersburgo]. Apesar disto, a União Soviética, juntamente com a Grã-Bretanha e os Estados Unidos (que havia entrado na guerra contra a Alemanha em dezembro de 1941), conseguiu mudar os rumos da contenda.

A Batalha de Stalingrado, no leste do território soviético, foi um ponto decisivo para esta reviravolta. Após sua derrota em Stalingrado, no inverno de 1942-43, as tropas alemãs tiveram que fugir através de um longo caminho de volta, e em abril de 1945, as forças soviéticas invadiram Berlim. No dia 6 de junho de 1944 (conhecido como o “Dia D”), no oeste europeu, mais de dois milhões de soldados aliados iniciaram seu desembarque nas praias da Normandia, França. Em julho, partiram da Normandia rumo ao agressor, continuando o ataque a Alemanha. Em março de 1945, as Forças Aliadas cruzaram o rio Reno, avançando até o centro da Alemanha.

A Alemanha nazista rendeu-se aos Aliados em maio de 1945.

DATAS IMPORTANTES

1º DE SETEMBRO DE 1939
FORÇAS ALEMÃS INVADEM A POLÔNIA

Unidades militares alemãs com mais de 2.000 tanques e 1.000 aviões, romperam as defesas polonesas na fronteira e avançaram em direção a Varsóvia, em manobra de cerco. A Grã-Bretanha e a França, cumprindo o acordo para proteção das fronteiras da Polônia, declararam guerra à Alemanha em 3 de setembro de 1939. Varsóvia capitulou no dia 28 de setembro. O exército polonês foi derrotado menos de um mês após a invasão alemã.

9 DE ABRIL DE 1940
ALEMANHA CONQUISTA NORUEGA E DINAMARCA

Em um ataque relâmpago, as forças alemãs investiram contra a Dinamarca e a Noruega. A Dinamarca foi ocupada em um único dia. Os alemães desembarcaram na Noruega, perto da capital Oslo e também em outras áreas, conquistando o sul do país, e seguiram rumo ao norte com o objetido de controlar os portos de Narvik e Trondheim. As forças britânicas intervieram e desembarcaram em Narvik, Namsos e Andalsnes, porém tiveram que se retirar na primeira semana de junho de 1940. A Noruega rendeu-se à Alemanha logo em seguida, no dia 10 daquele mesmo mês.

10 DE MAIO DE 1940
FORÇAS ALEMÃS INVADEM O OESTE EUROPEU

A campanha contra os Países Baixos e a França durou menos de seis semanas. Os alemães concentraram o ataque através de Luxemburgo e da floresta de Ardenas, perto da cidade francesa de Sedan. Tanques e a infantaria alemã romperam as linhas de defesa francesas e avançaram em direção à costa, emboscando os exércitos britânico e francês ao norte. Os Aliados conseguiram retirar mais de 300.000 soldados de Dunquerque, cidade no norte da França, e levá-los para a Grã-Bretanha, porém a França foi definitivamente derrotada. Paris foi conquistada pelos alemães em 14 de junho de 1940. Como parte do acordo de armistício assinado pela França com a Alemanha em 22 de junho, o norte do país pasou a ser ocupado pelos alemães e o sul permaneceu desocupado. O novo governo francês, com sede em Vichy, declarou neutralidade na Guerra, mas prometeu cooperar com a Alemanha.

1941
FORÇAS ALEMÃS INVADEM IUGOSLÁVIA E GRÉCIA

As forças alemãs invadiram a Iugoslávia e a Grécia com o apoio de contingentes dos países aliados à Alemanha – Itália, Bulgária, Hungria e Romênia – e rapidamente conquistaram os Bálcãs. As forças britânicas, enviadas para ajudar os gregos, foram forçadas a se deslocar para a ilha de Creta. Em meados de maio, paraquedistas alemães aterrissaram em Creta e, após uma árdua batalha, derrotaram os britânicos na região. A Iugoslávia e a Grécia foram divididas entre os vencedores.

22 DE JUNHO DE 1941
FORÇAS ALEMÃS ATACAM A UNIÃO SOVIÉTICA

Mais de três milhões de soldados alemães, reforçados por meio milhão de seus aliados (tropas finlandesas, romenas, húngaras, italianas, eslovacas e croatas, além de um contingente espanhol), atacaram a União Soviética em uma ampla frente – do Mar Báltico, ao norte, até o Mar Negro, ao sul. Três grupos do exército alemão avançaram para o interior do território soviético. Milhões de soldados soviéticos foram cercados e obrigados a se render. As tropas alemãs continuaram avançando na direção dos arredores de Moscou. Em dezembro de 1941, a União Soviética lançou uma contraofensiva, forçando os alemães a baterem em retirada de Moscou.

28 de junho de 1942
FORÇAS ALEMÃS SE DIRECIONAM PARA O VOLGA

As forças alemãs deram início a uma nova investida a leste. Os objetivos eram os campos de petróleo na região do Cáucaso e a cidade de Stalingrado, às margens do rio Volga. No início de julho, as forças alemãs cruzaram o rio Don e, em meados de setembro, chegaram aos subúrbios de Stalingrado. O comando soviético decidiu defender a cidade a qualquer custo, e as forças soviéticas lutaram por cada rua da cidade. Em meados de novembro de 1942, os alemães haviam assumido o controle da maior parte da cidade, mas a defesa soviética ainda estava de pé. O exército soviético lançou uma contraofensiva às forças alemãs estabelecidas em Stalingrado em meados de novembro de 1942, e rapidamente, cercaram todo o contingente alemão, cerca de 250.000 soldados.

2 DE FEVEREIRO DE 1943
O SEXTO EXÉRCITO ALEMÃO SE RENDE EM STALINGRADO

O exército soviético lançou uma contraofensiva às forças alemãs estabelecidas em Stalingrado em meados de novembro de 1942, e rapidamente cercaram todo o contingente alemão que contava com cerca de 250.000 soldados. Após meses de combates intensos e pesadas baixas, as forças alemãs sobreviventes, cerca de 91.000 soldados, se renderam. As forças soviéticas forçaram os alemães a recuarem para as margens do rio Dniepre, em 1943. A despeito de algumas dificuldades temporárias, os soviéticos continuaram na ofensiva até o final da guerra.

6 DE JUNHO DE 1944 (O DIA D)
FORÇAS ALIADAS DESEMBARCAM NA FRANÇA

Mais de 150.000 soldados das forças Aliados, sob o comando do general norte-americano Dwight D. Eisenhower, desembarcaram nas praias da Normandia, na França. Os Aliados partiram daquela praia na Normandia e entraram em Paris no dia 25 de agosto de 1944. No final daquele mês, já haviam libertado a maior parte da França já havia sido libertada. Os Aliados ocidentais foram surpreendidos em dezembro de 1944, quando forças alemãs atacaram pela floresta de Ardenas, na Bélgica, em uma tentativa de dividir e destruir as forças Aliadas. As forças aéreas dos Aliados, juntamente com uma forte defesa norte-americana, impediram o avanço das tropas alemãs e elas tiveram que recuar. Os Aliados ganharam uma batalha decisiva e continuaram o ataque, agora em território alemão; aquele evento ficou conhecido como a Batalha do Bulge.

22 DE JUNHO DE 1944
FORÇAS SOVIÉTICAS LANÇAM OFENSIVA ESMAGADORA

As forças soviéticas lançaram uma poderosa ofensiva em toda a frente oriental. Ao final de julho de 1944, os alemães foram forçados a retornar para os arredores de Varsóvia. Em agosto e setembro do mesmo ano, os países europeus que ainda apoiavam a Alemanha (Romênia, Bulgária e Finlândia) abandonaram a guerra. A Hungria, ocupada pelos alemães em março, continuou a apoiar a Alemanha.

7 DE MAIO DE 1945
AS FORÇAS ALEMÃS SE RENDEM

Em meados de abril de 1945, as forças soviéticas lançaram uma poderosa ofensiva contra Berlim. Em 25 de abril do mesmo ano, as forças soviéticas uniram-se às norte-americanas e atacaram pelo oeste em Torgau, no rio Elba, na região central da Alemanha. Em 30 de abril de 1945, quando as forças soviéticas se aproximaram do centro de controle de Hitler, no coração de Berlim, ele cometeu suicídio. Berlim rendeu-se às forças soviéticas em 2 de maio de 1945. As forças armadas alemãs presentes a oeste se renderam definitivamente no dia 7 e, a leste, dois dias depois, em 9 de maio. O Dia da Vitória na Europa (V-E Day) foi proclamado em 8 de maio de 1945.

Thank you for supporting our work

We would like to thank The Crown and Goodman Family and the Abe and Ida Cooper Foundation for supporting the ongoing work to create content and resources for the Holocaust Encyclopedia. View the list of all donors.