Filme

A remilitarização da Rhineland

As condições do Tratado de Versalhes de 1919 impediam a Alemanha (derrotada na Primeira Guerra Mundial) de estacionar suas forças armadas em uma área desmilitarizada em Rhineland – uma região no oeste da Alemanha, fazendo fronteira com a França, a Bélgica e parte da Holanda. O Tratado estipulava que as forças Aliadas, incluindo as tropas americanas, ocupariam aquela região. No dia 7 de março de 1936, em agressiva violação ao Tratado, Hitler ordenou que as tropas alemãs reocupassem a área. Hitler acreditava que as potências ocidentais não interfeririam. Efetivamente, a Grã-Bretanha e a França condenaram aquela ação, mas nenhuma das duas interferiu para fazer valer os termos do Tratado. Estas imagens mostram as forças alemãs entrando em Rhineland.

Transcrição

Sob a sombra da grande catedral de Colônia, as tropas alemãs marcham à medida que a invasão da área desmilitarizada se inicia. Homens e armas surgem de todos os quadrantes. Pela primeira vez em 17 anos, nas ruas da cidade ressoam os sons de soldados marchando. Jovens e velhos os saúdam sem avaliar as consequências daquele ato inconsequente de Hitler. Há alegria por toda parte. Os horrores da guerra são esquecidos em momentos de grande empolgação. Koblenz-on-the-Rhine, antes ocupadas por tropas norte-americanas. Agora ela vive sob a guarda dos soldados Nazistas.


  • UCLA Film and Television Archive

Thank you for supporting our work

We would like to thank The Crown and Goodman Family and the Abe and Ida Cooper Foundation for supporting the ongoing work to create content and resources for the Holocaust Encyclopedia. View the list of all donors.