Testemunho

Martin Strauss descreve a revista feita em sua família por soldados alemães na fronteira entre a Alemanha e a Itália

Em 1938, o pai de Martin foi preso durante o massacre da "Noite dos Cristais" (Kristallnacht). Com a intervenção do motorista da família, um não-judeu, o pai de Martin foi solto três dias depois. A família conseguiu vistos para emigrar para a área do Mandato Britânico conhecida como Palestina, nome dado àquela região judaica pelos antigos romanos, e deixou a Alemanha em 1939. Lá, Martin ajudava imigrantes considerados "ilegais" pelos ingleses a enfrentarem as restrições britânicas que tinham por objetivo impedir a entrada de judeus naquela região. Em 1947 ele foi preso pelas forças inglêsas e foi proibido de residir naquele Mandato. Ele então teve que partir e emigrar para os Estados Unidos.

Transcrição

Nós estávamos aguardando um visto de Xangai, de Israel ou da Inglaterra, que nos desse condições de partir da Alemanha. O visto de Israel chegou primeiro. Dois dias depois, o visto da Inglaterra chegou, mas o destino queria que nós fôssemos para Israel--ou Palestina, como era chamada naquela época. O motorista nos levou para a estrada de ferro, nos jogou dentro de um vagão, que nos levou para a Itália. Na fronteira, os alemães, sabendo que nós tínhamos os passaportes, sabendo que nós estávamos emigrando, nos separaram. Por nos separar, quero dizer literalmente. Eles arrancaram a perna de pau do meu pai para ver se havia dinheiro ou contrabando dentro dela, mas nós estávamos preparados porque naquela época já havíamos aprendido a lição. Eles tiraram a roupa da minha mãe, deixaram ela totalmente nua, e a revistaram em lugares que você nem pensaria em revistar. Depois pegaram minha irmã mais nova, na época uma criança de oito anos, e tiraram a roupa dela também. Eu não sei exatamente o quanto eles a revistaram, mas minha mãe me disse que ela foi total e completamente revistada. E, então, eles nos reuniram novamente, nossa bagagem e tudo mais, e nós fomos para a Itália. Da Itália fomos então para a Palestina.


  • US Holocaust Memorial Museum Collection
Ver detalhes arquivísticos

Está página também está disponível em

Thank you for supporting our work

We would like to thank The Crown and Goodman Family and the Abe and Ida Cooper Foundation for supporting the ongoing work to create content and resources for the Holocaust Encyclopedia. View the list of all donors.