Testemunho

Irene Hizme e Rene Slotkin descrevem a deportação para Auschwitz

Irene e seu irmão gêmeo, René, tiveram originalmente os nomes de Renate e Rene Guttmann. A família mudou-se para Praga logo após o nascimento dos gêmeos, e lá moravam quando os alemães ocuparam a Boêmia e a Morávia [partes da atual República Tcheca] em março de 1939. Alguns meses depois, alemães uniformizados prenderam seu pai. Décadas mais tarde, Irene e René descobriram que ele foi assassinado no campo de Auschwitz, em dezembro de 1941. Irene, René e sua mãe foram deportados para o gueto de Theresienstadt e, mais tarde, para o campo de Auschwitz. Em Auschwitz, os gêmeos foram separados e submetidos a cruéis "experiências médicas". Irene e René ainda permaneceram separados por algum tempo após a libertação de Auschwitz. O grupo "Rescue Children" (Crianças Resgatadas) levou Irene para os Estados Unidos em 1947, onde ela reencontrou-se com René em 1950.

Transcrição

IRENE: A outra lembrança que eu tenho, logo depois daquilo, é de nós andando pela neve, de noite, e nossa, minha mãe, nossa mãe arrastando uma mala, e eu me lembro que eu não queria ir para onde for que estivéssemos indo. Eu lembro que ela me deu um forte puxão, dizendo: “venha”. Então, eu me lembro dela, e é nestas horas que eu me lembro da presença da minha mãe, porque me lembro, sabe, dela realmente me puxando, para, como...

RENE: Eu acho que eu estava indo bem distraído porque não me lembro do puxão. Mas eu me lembro daquele noite e me lembro dos cachorros.

IRENE: Sim, sim, havia cachorros latindo. Depois, nós entramos em um trem.

RENE: Sim, daquela viagem de trem eu me lembro.

IRENE: Sim, eu também.

RENE: Quero dizer, aquilo era, agora nós sabemos, a viagem de trem para Auschwitz. A combinação de calor, cheiros, super-lotação, dava uma enorme agonia dentro no vagão. Você escuta que as pessoas simplesmente morriam...

IRENE: Havia gemidos e...

RENE: Gemidos, aquilo era horrível.

IRENE: E sendo pequena, era muito difícil ficar com aqueles corpos perto de mim. Lembro que eu ficava querendo me deitar.
RENE: Sim, é mesmo, nós não podíamos deitar por alguma razão...
IRENE: Isso, não tinha espaço...
RENE: Ou não tinha espaço, ou não tinha lugar, ou estava muito sujo, ou não tinha lugar nenhum para deitar.

IRENE: Você não podia, não tinha lugar. Ou seja, você tinha que ficar do mesmo jeito que entrou. Nós não choramos.

RENE: Não.

IRENE: Não choramos. Estávamos com medo. Sabíamos que chorar não era algo que se podia fazer.


Tags


  • US Holocaust Memorial Museum Collection
Ver detalhes arquivísticos

Thank you for supporting our work

We would like to thank The Crown and Goodman Family and the Abe and Ida Cooper Foundation for supporting the ongoing work to create content and resources for the Holocaust Encyclopedia. View the list of all donors.